Coletivo de grupos e criadores independentes das artes cênicas em Recife, Pernambuco. Nasceu da necessidade de diálogo entre os artistas sobre as linguagens cênicas, buscando a manutenção dos trabalhos de pesquisa e investigação teatral.

Em encontros semanais são realizadas vivências práticas e teóricas sobre a reflexão e o questionamento do fazer teatral contemporâneo em seus aspectos poéticos, estéticos e políticos.

Traga sua experiência também!

Encontros semanais

TODAS AS TERÇAS, ÀS 19H!
No Espaço Compassos
Rua da Moeda, 93, 1º andar, Bairro do Recife. (Entrada pela Rua Mariz de Barros – casa rosa com janelas amarelas)

Como participar:

1º passo: Procure um dos membros das Comissões através do email: colaborativopermanencia@gmail.com;

2º passo: Apareça para conhecer as atividades do coletivo, nos encontros semanais das terças-feiras.

23 de dez de 2008

Para um 2009 diferente!!!

Olá Pessoas!!!

Que o próximo ano seja repleto de votos diários e vivencias práticas de muita cooperação, aprendizagem, auto-observação, paz, felicidade e amor. Para que no final dele não precisemos estar novamente desejando as mesmas coisas de todos os outros anos e sim aproveitando os resultados práticos disso. Façamos diferente para não ser o de sempre.
Para variar... mais uma mensagem audio visual...



Muita paz, luz, vivências e harmonia!
Orlando Nascimento

20 de dez de 2008

Feliz Natal e um Super Ano Novo!

Olá, gente!

A Cia. Santa Fogo deixa aqui seus votos de um feliz natal e um super ano novo para todos nós!
O Colaborativo Permanência teve um 2008 muito revelador e o de 2009 será de muito trabalho e conquistas.
Nos veremos em Janeiro.
Parabéns e vida longa ao Colaborativo Permanência!

Grandes Abraços

Carlos Ferrera
Eli Maria
(Cia. Santa Fogo)

15 de dez de 2008

Mostra de Vídeo Dança


Sexta, dia 12 passado no I.R.A.Q,
aconteceu → Mostra de Vídeo Dança ”Se não... dança”.
Composta por trabalhos realizados em exercícios
propostos na oficina de mesmo nome,
que foi facilitada por Aracelly Firmino e Irma Brown,
em novembro de 2008 no
Centro de Formação em Artes Visuais do Recife – CEFAV.
A troca foi muito boa e os participantes eram em sua maioria das áreas de
Vídeo e Dança.
Participei de vários experimentos e desejo destacar alguns:


Ocaso – Quando a sombra define a luz
-

Dani Azevedo (Fotografia e Câmera) -
Orlando Nascimento (Performance, Música e Edição)
- Vídeo selecionado para o II Festival Internacional de
Vídeo Dança do Recife – PLAY REC 2008 -



Da Boa Vista -

Dani Azevedo (Fotografia e Câmera)-
Priscilla Figueiroa (Performance) -
Orlando Nascimento (Performance , Música e Edição)



Sobre o encontro -

Dani Azevedo (Fotografia e Câmera) -
Priscilla Figueiroa (Performance)
- Orlando Nascimento (Performance , Música e Edição)

8 de dez de 2008

FTB

Segue material sobre o início da curadoria (hoje, 1 de dezembro) da oitava edição do Festival do Teatro Brasileiro (FTB), que levará espetáculos pernambucanos para Bahia e Sergipe. Fico à disposição para qualquer outra informação que precise. Anexo, segue regulamento do FTB. O processo de curadoria será aberto na segunda-feira, 1 de dezembro, para espetáculos de dança e teatro do Estado.

Intercâmbio levará Cena Pernambucana à Bahia e Sergipe

Festival do Teatro Brasileiro (FTB) inicia curadoria para composição da programação de espetáculos pernambucanos que se apresentarão na Bahia e em Sergipe em 2009

Depois de a cena baiana aportar em Pernambuco, será a vez dos pernambucanos invadir os palcos da Bahia. Trata-se da oitava edição do Festival do Teatro Brasileiro (FTB), com Patrocínio Petrobrás Distribuidora, que inicia, a partir de 1° dezembro, a receber as propostas de espetáculos de teatro e dança do Estado. O evento, que se propõe a realizar um intercâmbio interestadual a partir da seleção de diferentes segmentos da produção cênica de um estado para apresentação em outra unidade da Federação, levará, no próximo ano, espetáculos pernambucanos para os estados da Bahia e de Sergipe.
“Os principais compromissos do FTB são o de divulgar a produção teatral brasileira para os brasileiros; fomentar a criação de circuitos interestaduais de circulação; além de democratizar o acesso a bens culturais, a partir de apresentações em teatros, praças e feiras. E isso é realizado tanto de forma gratuita ou mesmo a preços simbólicos e ainda com apresentações exclusivas para alunos da rede pública. O evento também é uma forma de contribuir para a qualificação de profissionais das diferentes áreas da cadeia produtiva das artes cênicas e propor atividades de introdução às artes para jovens em situação de vulnerabilidade”, explica Sérgio Bacelar, da Alecrim Produções Artísticas, de Brasília, idealizador e coordenador do Projeto.

Para a seleção, que segue até o dia 12 de janeiro, poderão participar pessoas jurídicas constituídas por produtores e/ou grupos e companhias permanentes, com ou sem fim lucrativos e de natureza cultural devidamente registrada. As propostas deverão conter a descrição do espetáculo; o registro na íntegra do espetáculo em DVD, podendo ser editado ou não; a ficha técnica completa; e as necessidades técnicas e de logística para a apresentação. Como forma de concentrar o recebimento dos projetos em Recife, há a disponibilidade do envio das propostas para o endereço da Aponte Comunicação, na Rua Afonso Batista, n° 96, Espinheiro, CEP 52021-020, Recife, Pernambuco. Quem optar pela emissão através dos Correios é importante que o envelope esteja lacrado, com data de postagem entre 01 de dezembro de 2008 a 12 de janeiro de 2009, por meio de correspondência registrada com Aviso de Recebimento (AR). O destinatário é Sergio Bacelar – Alecrim Produções (Festival do Teatro Brasileiro – Cena Pernambucana). O material recebido será encaminhado para os três curadores convidados pela produção do evento, em Brasília. A outra opção é enviar o projeto diretamente para a sede da Alecrim, no seguinte endereço: Condomínio Ville de Montagne, qd. 11, casa 25, Lago Sul, CEP 71680-357, Brasília, Distrito Federal.

HISTÓRICO – A partir de 1997, a Alecrim Produções Artísticas começou a produzir em Brasília espetáculos baianos. Com o início desse intercâmbio verificou-se que o Teatro Baiano oferecia espetáculos de excelência, de diferentes linguagens, que poderiam compor uma mostra.
A primeira edição da Mostra de Teatro da Bahia foi realizada em 1999. Os resultados alcançados levaram a realização em 2000 da segunda edição. Cada edição contou com a participação de quatro espetáculos. Com um intervalo de dois anos, o projeto alcançou um importante grau de amadurecimento, passando a se chamar Festival do Teatro Brasileiro (FTB) para que pudesse propor o intercâmbio para outros Estados. Naquele ano o foco ainda foi à Bahia e se chamou FTB – Cena Baiana. Foram apresentados oito espetáculos. Destacaram-se nessas primeiras edições a participação do então promissor ator Wagner Moura, Rita Assemany, com o espetáculo Oficina Condensada e Nilda Spencer – grande nome do teatro brasileiro.

Em 2003 foi a vez do FTB – Cena Pernambucana, com a apresentação de sete espetáculos. O Festival deu um novo passo, acrescentando a programação apresentações de rua; além do deslocamento de algumas apresentações para as cidades do entorno e a realização de oficinas de qualificação profissional. Foram destaques naquela edição: o Grupo Piane com o espetáculo Ditirambos e Geninha da Rosa Borges, veterana do Teatro Pernambucano.

Dois anos depois, foi a vez da Cena Mineira. Foram oito espetáculos. Mais uma vez o projeto inova com a realização de oficinas de média duração. Uma de construção de instrumentos e transmissão de ritmos da cultura musical popular para 180 jovens em situação de vulnerabilidade. E uma segunda para três jovens grupos de Brasília, com 240 horas de trabalho, coordenada por Chico Pelúcio, ator do grupo Galpão.

Em janeiro de 2007 o projeto acontece pela primeira vez fora do Distrito Federal. Realizou-se o FTB – Cena Mineira no Rio de Janeiro. Uma comprovação do potencial do projeto. A estréia, 12 de janeiro, era também a de mais de 22 produções na Cidade Maravilhosa, vitrine do Teatro Brasileiro. Os resultados não poderiam ser melhores. Taxa de ocupação superior a 90% em todas a seções, apresentações de rua empolgantes e destaque na mídia.

Nos meses de maio e junho de 2008, o FTB, com o patrocínio da Petrobras Distribuidora, alçou novo objetivo com a realização da Cena Baiana em Pernambuco. O projeto reuniu aproxidamente nove mil pessoas. As ações de democratização com formação e qualificação de platéia foram os destaques da sétima edição do evento. Cerca de 2,2 mil alunos assistidos por diferentes instituições compareceram as apresentações nos teatros, gratuitamente, e tiveram o acompanhamento de arte-educadores. Os alunos, antes de chegar ao teatro, receberam orientação sobre o evento, as peças e o comportamento adequado em salas de espetáculos. Posteriormente, os arte-educadores retornaram as escolas para colher as opiniões e exercitar a formação crítica dos alunos. Outros 519 alunos assistiram aos filmes de cineastas baianos e 630 assistiram o ensaio aberto e a apresentação do resultado da oficina de construção de instrumentos e introdução de ritmos da cultura popular musical baiana, realizada no bairro de Peixinhos.

Mais informações: Sérgio Bacelar, Alecrim Produções Artísticas – (61) 3367.5432 9213.8574

4 de dez de 2008

Premiere do Vídeo Dança "Ocaso"


Neste domingo 07 de dezembro, estará
acontecendo a Premiere do Vídeo Dança "Ocaso".
Trabalho realizado por Dani Azevedo (Fotografia e Camera) e
Orlando Nascimento
(Performance, Música e Edição) a partir de exercício proposto na oficina de video dança ("Se não ... dança" facilitada por Irma Brown e Aracelly Firmino - CEFAV-)
A projeção estará dentro da programação do II Festival Internacional de Vídeo Dança do Recife-PLAY REC 2008, de 05 a 07 dezembro.
www.playrec2008.com.br

CONEXÃO CAVALO MARINHO



Olá Pessoal,
Fiquem ligados na programação do Conexão Cavalo Marinho, evento idealizado por Laura Tamiana e Helder Vasconcelos. O evento vai ser realizado em Condado e em Recife de 11 a 21 de Dezembro, são 6 espetáculos e 8 grupos de Cavalo Marinho.
Nós (Lineu Guaraldo e Tainá Barreto) estamos na programação com o espetáculo Gaiola de Moscas de nosso grupo com sede em Barão Geraldo, Campinas-SP, o Grupo Peleja.


Aguardamos vocês por lá

Abraços e beijos

Lineu e Tainá

1 de dez de 2008

Workshop em São Luís- MA


Amigos, estou em São Luís num evento sobre dança e teatro muito bacana!!!
Segue a divulgação!

saudades.

Bjoss